Fantastic Beasts & Where to Find Them

ATENÇÃO, CONTÉM SPOILERS!

Quero falar sobre esse filme maravilhoso, que tive o prazer de ver na pré-estréia e em IMAX. Primeiramente, quero dizer que não, não sou muito velha pra usar cosplay. E usar cosplay me faz sentir parte da história, o que é uma satisfação difícil de descrever.

A minha opinião, em um geral, é que o IMAX tem um poder muito grande de nos fazer sentir parte do filme. Quem nunca foi em IMAX, vá. Acho que somente vendo um filme assim para entender. E, por isso, decidi que eu queria, que precisava ver esse filme em IMAX.

“Ai, Glaucia, precisava? Não vamos exagerar!”

Juro que não é exagero. Sou fã de Harry Potter há muito tempo. MUITO tempo. Tenho cosplay há muito tempo (e morro de emoção que ainda cabe!) e sempre que tem quiz e gincanas eu acabo ganhando porque eu sou a Hermione quando se trata de Harry Potter: sei (quase) tudo. Tenho 3 varinhas e nenhuma comprei. Contos de Beedle, o Bardo? Ganhei. Harry Potter Magical Places from the Films? Ganhei. Meu emblema da Grifinória que fica na minha capa do cosplay? Ganhei. O filme Harry Potter e as Relíquias da Morte – parte 1? Ganhei. No início do evento antes do filme uma das amigas potterheads das antigas questionou: “Cadê o quiz pra tu ganhar tudo como sempre?”. Então, sim eu PRECISAVA ver o filme na melhor qualidade disponível e essa qualidade é IMAX.

Antes de tudo, também, quero dizer que eu já tinha visto o trailer – inclusive no próprio IMAX, na semana anterior quando fui assistir Doutor Estranho (também muito bom, btw). E trailer + livro animais fantásticos me deixaram confusa e já indagando por aí. Indagando o que? Bom, no livro tem uma parte intitulada “Sobre o Autor” na qual diz que o autor (o Newt) APÓS SE FORMAR EM HOGWARTS foi trabalhar no Ministério da Magia…. Espera aí, mas no filme – e eu já tinha visto isso no trailer – diz que ele foi expulso.

ALGUÉM CHAMA A J.K. ROWLING PRA EXPLICAR POR FAVOR!?

 

Enfim, voltando ao que quero falar do filme – porque acreditem, desde que eu vi estou precisando me expressar sobre o filme, então THANK GOD que eu fiz esse blog ontem…

Quando entrou o logo da Warner a comoção, foi geral. O cinema se encheu de gritos e aplausos. E a emoção no meu peito era enorme. O filme inicia com uma série de reportagens em jornais e pra quem é fã, as referências são infinitas, aumentando ainda mais a emoção do filme. E quando o Eddie, nosso querido Newt, entra em cena… o que dizer? O cara é um BAITA ator. Não podia existir melhor escolha. Em todos momentos ele foi ótimo. Me matou de rir em alguns momentos, encheu meu coração de alegria e quebrou meu coração também. O modo como ele se importa com os animais é ao mesmo tempo igual e diferente ao do nosso amado Hagrid. O diferente é porque ele parece compreender esses animais de uma forma muito mais profunda e não quer exatamente ser a mãe deles – que, vamos encarar, é o caso do Hagrid – ele quer simplesmente ser amigo deles e ajudá-los do jeito que puder. O igual, obviamente, é o amor que ele tem por esses animais, apesar de muitos serem considerados perigosos pelos outros bruxos. E tudo isso, todo personagem do Newt me conquistou completamente.

Ver a comunidade bruxa nos EUA e ver uma crítica do próprio Newt os chamando de “atrasados” foi surpreendente, pra mim, porque acho que muitas vezes os EUA justamente o contrário de atrasado. Mas a crítica de leis que proíbem casamento de bruxas com Muggles (sorry, No-Maj) entre outros, fica clara. Trazendo, também, o que acredito que vai ser o principal dos próximos filmes: a guerra que Grindewald traz, querendo tirar o mundo bruxo das sombras.

Por falar em Grindewald… come on, guys! Quando o Percival Graves aparece fazendo mágica pela primeira vez notei que era diferente do normal… que ele era extremamente poderoso. Dumbledore-like-powerful. E aí ele questiona o Newt e fica implicíto que fala sobre “O Bem Maior”, e ainda dá um colar com o símbolo das relíquias da morte pro Creedence… desconfiei. Como podíamos nunca ter ouvido em Harry Potter sobre um bruxo tão poderoso – mesmo sendo americano.Quer dizer, alguns encantos ele parecia fazer sem o auxílio da varinha! Aí soma o símbolo das relíquias da morte e toda ideologia do personagem… SÓ PODE SER O GRINDEWALD. Mas, claro, a certeza só veio quando o Newt o enfeitiçou com o Revelio e vimos a cara do Johnny Depp (que, aliás, está horroroso e parece inchado/gordo) Grindewald.

E quando o filme terminou… vou confessar que chorei. Foi como se tirassem de novo o mundo mágico de mim. MAS pelo menos sei que o mundo mágico volta em 2018!

E esperei até o fim dos créditos, na esperança de ver a fuga do Grindewald. Entretanto, infelizmente, não é filme da Marvel e não teve pós-créditos.

E outra coisa maravilhosa do filme: como não tem livro pra comparar, não tive decepções (como tinha em Harry Potter quando eles tiravam/acrescentavam cenas)! Em resumo: FILME MARAVILHOSO.

 

Aah! Outra coisa que passou pela minha cabeça: já pensaram que o Harry poderia muito bem ter desenvolvido um Obscurus? Sorte que isso não aconteceu (ainda que o Voldemort teria adorado, já que normalmente o Obscurus mata a criança antes dos 11 anos)!

E é isso aí! Honestamente, mesmo quem não é fã de Harry Potter pode com certeza assistir e vai apreciar, principalmente os efeitos especiais que são MARAVILHOSOS!

Eu estou louca pra ver o filme de novo!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s